Parques, museus e Zoo são opções para aproveitar as férias

Curitiba Viva Bem - sábado, 7 de janeiro de 2023

noticia em destaque
Parques, Museus, Zoo e muito mais para aproveitar as férias em Curitiba. - Na imagem, Praça e Museu do Expedicionário. Foto: Cesar Brustolin/SMCS

Passar as férias em Curitiba é pura diversão!Com 45 parques e bosques municipais, os passeios ao ar livre com a criançada está garantido. O tempo fechou? Não precisase preocupar:os museus garantem o passeio em família e o que não falta são opções. Confira 5 dicas para aproveitar ainda mais a época mais aguardada do ano.

Zoo -Conhecer para preservar

No Zoo, os curitibinhas podem acompanhar o comportamento dos animais que ficam abrigados por lá - boa parte deles vinda de apreensões irregulares ou atropelamentos que os impediram de voltar para a natureza - e saber mais sobre os cuidados que eles recebem, assim como sobre os programas que o espaço mantém para reprodução de espécies nativas ameaçadas.

No Centro de Educação Ambiental tem atividades especiais sobre os muriquis-do-sul, também conhecidos como mono carvoeiros,apadrinhados pelo Zoo de Curitiba.

Todos os dias, as crianças participam do “Enigmas do Muriqui”, com dois caminhosa serem resolvidos pelos visitantes a respeito da espécie, com a ajuda de cartilhas. Ao final, o curitibinha recebe uma carteirinha de membro do Clubinho da Conservação.

Às quartas e sextas (das 14h às 15h30) e sábados (10h às 12h) os curitibinhas vão poder participar de oficinas de desenhos e pinturas do muriqui com tinturas naturais (argila e pó de café). Os desenhos poderão ser levados pelo visitante ou ficar em exposição no Espaço Brincante da Capivara, junto ao Centro de Educação Ambiental.

Recentemente, a instituição foireconhecida pela Associação Brasileira de Zoológicos e Aquários do Brasil (Azab) e pela Wild Welfare, instituição internacional que atesta o bem-estar de animais mantidos em cativeiro.

Zoológico de Curitiba
Funcionamento: terça a domingo
Horário: das 10h às 16h
Endereço: Rua João Micheletto, 1.500

Verão Curitiba

Os fins de semana das férias de verão serão especiais em parques e praças da capital paranaense. Todos os domingos entre os dias 15 de janeiro a 12 de fevereiro a Prefeitura vai promover o Verão Curitiba 2023.

A coordenação das atividades gratuitas será feita pela Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj), com patrocínio da RIC e apoio da Jovem Pan, Megamania, Farmácias Nissei e Calceleve.

As famílias que estiverem em Curitiba durante as férias poderão aproveitar as atividades recreativas como cama elástica, infláveis, jogos gigantes, pinturinha no papel kraft, lego, tênis de mesa, kits esportivos de futebol, voleibol, badminton, bétis, frescobol, desafios esportivos, festivais esportivos e muito mais.

As atividades físicas, brincadeiras e festivais esportivos serão feitos aos domingos, das 14h às 18h, nos parques Barigui,Atuba, Náutico, Lago Azul, Yberê, Passeio Público e na Praça Afonso Botelho.

Sombra, trilhas e pôr do sol nos parques e jardins

Silenciosos ou animados, relaxantes ou para atividades físicas, bucólicos, românticos ou para encontrar os amigos. Há parques, bosques e jardins em Curitiba para todos os gostos e preferências. Seja o Barigui, o Tingui, o Bosque do Papa, o Jardim Botânico, o Tanguá, o Passaúna ou o LagoAzul, é impossível não passear pela capital sem cruzar com alguns deles.

No verão, as sombras das árvores, lagos, túneis, trilhas, cascatas, belvederes, pontes, obras de arte e flores são um convite para caminhar, correr, fazer um piquenique ou simplesmente contemplar a vida sentado no gramado, sob uma guabiroba ou paineira.

Mas se o calor bater demais, a maioria dos locais oferece atrações mais “refrescantes”, como cafés, bares e restaurantes. Com o horário de verão, também não deixe de apreciar o pôrdosol nestes espaços verdes e em um dos lugares mais disputados para a contemplação do fim do dia, a Praça das Nações, no Alto da XV, que também atrai pelo famoso caldo de cana e pelo belo painel de 23 metros do artista paranaense Potty Lazzarotto.

City tour na Linha Turismo

A cara do verão, aLinha Turismo Curitibaé um ônibus especial (double deck ou jardineira) que cobre praticamente todos os cartões-postais da cidade. O veículo passa de 30 em 30 minutos e percorre cerca de 45 quilômetros em duas horas e meia (tempo corrido sem descer nos pontos de parada).

O roteiro começa na Rua 24 Horas (centro da cidade), mas é possível iniciar o trajeto em qualquer um dos pontos. Para percorrer a rota, o passageiro adquire um cartão-turismo individual, que dá direito a embarques ilimitados na linha, em um período de 24 horas, após a sua 1ª utilização de embarque. Esta é uma comodidade que facilita ao turista escolher a quais atrações vai dedicar mais tempo para visitar.

Um serviço de som a bordo explica sobre as atrações em português, espanhol, francês e inglês.

São 25 pontos de parada: Praça Tiradentes, Rua da Flores, Rua 24 Horas, Museu Ferroviário, Teatro Paiol, Jardim Botânico, Mercado Municipal, Teatro Guaíra/Universidade Federal do Paraná, Paço da Liberdade, Passeio Público/Memorial Árabe, Centro Cívico, Museu Oscar Niemeyer, Bosque do Papa, Bosque Alemão, Universidade Livre do Meio Ambiente, Parque São Lourenço, Ópera de Arame, Parque Tanguá, Parque Tingui, Memorial Ucraniano, Portal Italiano, Santa Felicidade, Parque Barigui, Torre Panorâmica e Setor Histórico.

E se chover?

O tempo fechou? Os Museus são a grande pedida para passeios em família. O mais novo da cidade é o Planeta Água, no Tarumã.Oespaço interativo, dedicado aoconhecimento e à preservaçãoda água oferece uma imersão em nove espaços: a origem da água, água e vida, água e morte, água é preciosa, água e prazer, água e consumo, água é saúde e desenvolvimento, água e energia e o manifesto da água.

Preocupado emsensibilizara população sobre a importância da boa gestão dos recursos hídricos, o Museu Planeta Água integra espaços quereúnem experiênciaseinformaçõessobre a água, bemprimordial para a existência da vidana Terra.

Amuseografia criativa e sensorial, proporcionada por diferentessuportes imersivos, como projeção mapeada, realidade aumentada, holografias, vídeos e sons, resulta em umavisitação ativaàqueles que mergulham nessa experiência.

NoMuseu de História Natural Capão da Imbuiatêm programação especial para toda a família.A novidade fica por conta danova exposição em parceria com o Projeto Meros do Brasil, que conta com um ambiente marinho com realidade virtual para alertar para a preservação do peixe mero, em risco de extinção.

Há, ainda, uma plotagem com informações, totens interativos como a roda do ciclo de vida do peixe, o jogo da memória “Meromória” e uma intervenção artística inédita: uma réplica de um mero de metal em tamanho real, confeccionada pelo artista plástico Marcelo Pszybylski.

A exposição e os demais atrativos do Museu - como os ecossistemas e seus animais nativos taxidermizados (empalhados) - podem ser conferidos gratuitamente, de terça-feira a domingo, das 9h às 16h45. Na área externa, o Caminho das Araucárias, com uma passarela de metal no Bosque Capão da Imbuia, é mais uma opção de passeio em meio à natureza.

Curitiba Viva Bem é uma política pública e uma das principais agendas da gestão do prefeito Rafael Greca, assim como a mobilidade urbana, sustentabilidade, empreendedorismo de impacto, cultura da inovação como processo social e cidade educadora. A importância da saúde e bem-estar para os curitibanos motivou a Prefeitura a mobilizar todas as áreas da gestão pública, que estão ampliando as ações de forma conjunta através do Curitiba Viva Bem.